Meu filho: meu passado, presente e futuro

13 de agosto de 2017 #paizices, ,

Um dos mais gratos “efeitos colaterais” da experiência de ser pai é constatar diariamente que a chegada do meu filho me reconciliou com minha própria história, zerou meus arrependimentos.

Eu sempre pensava no passado em termos de “o que eu poderia ter feito diferente?” Costumava revisitar situações entalhadas nos corredores da memória e ficar imaginando o que eu mudaria se pudesse reviver aqueles instantes.

Desde que o Pedrinho chegou, deixei de me perder nessas divagações e cristalizou-se em mim a convicção de que, se me fosse dada a oportunidade de voltar ao passado e escolher outro rumo, eu faria tudo exatamente do mesmo jeito. Pois cada palavra, cada gesto, cada escolha que eu mudasse poderia me desviar na direção de um futuro alternativo sem o meu filho, e este não é um risco que eu estaria disposto a correr.

A soma de todos os meus erros, acertos, escolhas e ações do passado me trouxe a um presente com o Pedrinho, e isso faz com que eu me alegre e seja grato por todas as coisas que já vivenciei, mesmo as que antes me desgostavam.

Obrigado, filho amado, por dar propósito e sentido a cada dimensão do meu passado. Que possamos, juntos, de mãos dadas com a Mamãe, viver o presente com serenidade e construir um futuro radiante.